Nesta seção do nosso site o leitor encontrará informações detalhadas sobre sistemas para condução e sustentação de fios e cabos, para instalações internas e externas nos mais variados mercados verticais.

Critérios das Normas ISO/IEC 18010 e TIA-569B - Sistema Versátil CADDY CAT LINKS - ERICO

publicado em 16/01/2011 - 18:01:28hs

Seguindo os critérios da norma TIA-569 e ISSO/IEC 18010 deveremos sempre nos preocupar com a proteção do cabeamento estruturado, definindo uma infraestrutura física apropriada mantendo as curvaturas recomendadas por norma e orientações dos fabricantes garantindo assim o desempenho de nossa rede de comunicação dentro da vida útil estimada.

Durante minhas visitas de avaliação nas muitas indústrias e prédios comerciais noto a falta de uma infraestrutura bem definida, o que leva a problemas de paradas na rede e há um grande desconforto por parte dos usuários, além da dificuldade de remanejamento do cabeamento numa futura expansão ou mudança de layout. Especialistas apontam que normalmente numa empresa o layout é mudado pelo menos de 1 a 3 vezes durante um ano, logo um bom projeto de infraestrutura é de suma importância para a vida desta edificação, também garantirá que o imóvel seja alocado por outras empresas garantindo assim o retorno dos investimentos por parte das incorporadoras.

Embora o sistema apresentado a seguir seja muito novo no mercado brasileiro, gostaria que os profissionais envolvidos com infraestrutura notassem sua facilidade de montagem, flexibilidade para remanejamento, o não desperdício de material, baixo custo de mão de obra, facilidade de armazenamento, dentre outras vantagens em comparação aos sistemas tradicionais como eletro calhas, leitos, dentre outros. Como vantagem inicial gostaria de citar uma economia de mão de obra de 75% em média quando comparada aos sistemas tradicionais, e uma economia de material da ordem de 88%%, logo nestes dois quesitos o sistema apresentado nesta matéria conhecido como J-HOOK por norma e a empresa ÉRICO o chama de CADDY CAT LINKS tem se mostrado muito empregado nos EUA e EUROPA com grande sucesso, permeando a vida do cabeamento, principalmente porque nestes países já é empregado em grande escala os cabos de categoria 6A e principalmente na EUROPA o categoria 7 blindado, o que torna a rede mais veloz, porém deverá ser instalada com melhores critérios de proteção e lançamento deste cabeamento por ele ser muito espesso em comparação aos cabos de categoria 5e e 6.

 

Características destacadas:

  1. INOVADOR atendendo os requisitos para categoria 6, 6A e 7; normas ISO/IEC 18010, TIA-569B;
  2. VERSATILIDADE para obras novas obra em retrofit, aplicações aéreas em várias configurações, e sob o piso elevado;
  3. INTERCAMBIABILIDADE temos possibilidade de várias configurações em paralelo, em série, em planos reversos;
  4. USO AMIGÁVEL não requer parafusos, porcas e ferramentas especiais para instalação; e uma característica que gostaria de mencionar é que nos sistemas tradicionais normalmente o instalador sofre cortes nas mãos devido às chapas das eletrocalhas e leitos possuírem superfícies cortantes, danificando também os cabos;
  5. AMIGÁVEL com om ambiente, ou seja, GREEN, todos estes materiais são recicláveis;
  6. ECONÔMICO em material 88% e mão de obra 75%%, além de não necessitar ser aterrado (no sistema tradicional é necessário aterrar as eletrocalhas e leitos).   

 

A seguir apresentaremos imagens e ilustrações de configurações, para que o nobre leitor , instalador possa observar a grande versatilidade de configurações.          

 

    

  

  

 

   

  

 

    

    

 

 

 

  

 

 

        

     

 Recomendação Importante: Tensão Máxima recomendada para instalação nos cabos de par trançado deverá ser de 10 kg no máximo, pois acima disso poderemos ter problemas de desempenho em altas frequências. 

 

Para maiores informações acesse o site www.erico.com ou entre em contato via e-mail contato@pantojaindustrial.com, estamos a sua inteira disposição para dimensionarmos sua infraestrutura de comunicação.