Como resolver o problema de Tombamento em CAMINHÕES BASCULANTES e o INCLINÔMETRO

publicado em 06/02/2014 - 07:54:03hs

Tombamento em Caminhões Basculantes – Inglaterra X Brasil – Como solucionar ou reduzir estes acidentes?

 

Na Inglaterra o tombamento de caminhões basculantes com mortes fatais ocupa o quinto lugar no ranking em posição de destaque e preocupação. Como estará nosso país em relação aos índices de acidentes?

 

Caminhões Basculantes (TIPPER TRUCKS), caminhões basculantes em mineradoras (DUMPER TRUCKS), tratores, caminhões de agregados na construção civil (Areia, Pedra, Cimento), e as empresas frotistas no Brasil, fazem parte deste mercado, e estão presentes diariamente nas manchetes dos jornais e televisão com acidentes.  

FOTO1. ACIDENTE

 

No estado de Minas Gerais onde se encontram as mineradoras, negligências com transporte de minérios e os acidentes se destacam no cenário nacional. Abaixo apresentamos algumas notícias recentes:

 

FOTO2. Caminhão de Minério da Mina do Andrade – Bela Vista de Minas

Link acidente:http://www.defatoonline.com.br/noticias/ultimas/24-09-2013/caminhao-carregado-com-minerio-sofre-acidente-na-estrada-do-forninho

 

 

 

 

FOTO3. ACIDENTE MINAS GERAIS

Link para acidente: http://noticias.r7.com/minas-gerais/caminhao-carregado-com-minerio-tomba-e-motorista-fica-ferido-em-caete-14012014

 

 

         

FOTO4/ FOTO5. ACIDENTE EM MINAS GERAIS

Link para acidente: http://www.atilalemos.com.br/2013/09/caminhao-com-minerio-de-ferro-tomba-na-estrada-do-forninho/

 

 

Outros links com notícias recentes:

 

- http://www.em.com.br/app/noticia/gerais/2013/05/26/interna_gerais,395067/retirada-de-caminhao-acidentado-interditara-a-br-040-por-quatro-horas.shtml

 

- http://www.natelado190.com.br/noticias_detail.php?id_noticia=14899

 

 

Também apresentamos este link com vídeo para acidente:

http://www.youtube.com/watch?v=nHsUBsv_Tdk

 

 

Artigo interessante na íntegra:

 

Minas registra quase 30 acidentes com caminhões por dia

 

Publicado por: Via Comercial  em Estradas, Minas Gerais 2 de agosto de 2013 

 

Carreta de minério cruza a BR-040diante de outros veículos: abusos de caminhoneiros se associam a más condições de rodovias e riscos próprios da profissão para criar coquetel explosivo (Beto Novaes/EM/D.A Press) 

Carreta de minério cruza a BR-040 diante de outros veículos: abusos de caminhoneiros se associam a más condições de rodovias e riscos próprios da profissão para criar coquetel explosivo

 

Minas Gerais tem 29 acidentes envolvendo caminhões e carretas por dianas BRs que cortam seu território, segundo a Polícia Rodoviária Federal (PRF). Dados de janeiro a junho mostram que houve 5.272 desastres, com 87 mortes no período – quase uma a cada dois dias. Embora alarmantes, as estatísticas dos pesos-pesados ainda não contabilizam as vítimas da tragédia deLeopoldina, na Zona da  Mata, onde uma carreta bitrem que transportava combustível se envolveu em uma batida e explodiu na BR-116, na madrugada de segunda-feira, matando 10 pessoas. Dois dias depois, outro caminhão, carregado com 10 mil litros de gasolina e 15 mil litros de óleo diesel, pegou fogo, dessa vez na BR-267, perto de Maripá de Minas, na mesma região, mas o motorista conseguiu escapar.

 

Especialistas ouvidos pelo Estado de Minas consideram alto o número de acidentes, mesmo diante do tamanho da malha rodoviária do estado, e criticam a falta de estrutura das estradas. Também apontam o principal risco das rodovias: imprudência, representada por atitudes como excesso de velocidade e ultrapassagem perigosa, sobretudo quando os veículos transportam cargas explosivas, como combustíveis.

 

Especialistas ouvidos pelo Estado de Minas consideram alto o número de acidentes, mesmo diante do tamanho da malha rodoviária do estado. (LEONARDO COSTA / TRIBUNA DE MINAS) 

Especialistas ouvidos pelo Estado de Minas consideram alto o número de acidentes, mesmo diante do tamanho da malha rodoviária do estado.

 

Segundo o professor de engenharia de transportes e trânsito da Fumec Márcio Aguiar, as estradas mineiras operam com um fluxo maior do que sua capacidade e muitos motoristas dirigem sem adotar critérios de segurança. “Eu viajo muito e vejo que mesmo os veículos pesados e com cargas perigosas correm muito e ultrapassam de qualquer jeito. Não há infraestrutura adequada para o escoamento das cargas heterogêneas e até minério de ferro se transporta pelas estradas. Esses acidentes são consequência da não duplicação e da não conservação das rodovias, aliadas à imprudência do motorista”, avalia o especialista.

 

A combinação de carga de trabalho muito extensa dos caminhoneiros, prazos de entrega, rodovias cheias e com problemas de traçado, geometria e pavimento é apontada pelo professor como determinante para os acidentes envolvendo veículos de carga. “Sinalização, quando existe, é inadequada para a quantidade de veículos. Além disso, muitos caminhoneiros bebem antes de dirigir, não resguardam a distância necessária do veículo da frente nem respeitam o limite de velocidade”, afirma Márcio Aguiar.

Imprudência

 

A equipe do Estado de Minas percorreu dois trechos das principais rodovias que cortam Belo Horizonte, a BR-040 (saída para o Rio de Janeiro) e a BR-381 (acesso a São Paulo), e as cenas de imprudência protagonizadas por motoristas de veículos de carga mostram o perigo que eles representam nas estradas. Na 381, por exemplo, o ritmo acelerado das carretas pelas pistas duplicadas, chegando a ultrapassar carros de passeio, obriga motoristas a freadas bruscas e ultrapassagens arriscadas quando se deparam com quem trafega em velocidade menor.

 

No caminho para o Rio de Janeiro, a travessia precipitada de caminhões de minério obriga condutores de outros veículos a frear e a desviar no último instante para que não batam. O problema é bem visível em trechos como as proximidades da estrada que leva à cidade de Moeda. Como recebem por produção, os carreteiros a serviço das mineradoras trafegam no limite de seus veículos, às vezes invadindo a contramão, mesmo na pista dupla, engolindo faixas de separação de vias, pressionando motoristas de carros e motociclistas nas curvas e entrando quase sem reduzir nas estradas de terra que levam às minas ou terminais de distribuição ao longo da BR-040.

 

Vinte e nove acidentes por dia, aproximadamente 600 por mês, e muitos com mortes fatais!

 

Os acidentes são causados por várias razões, que iremos mencionar:

 

- estradas com declives íngremes;

 

 

- estradas com má pavimentação e escorregadias;

 

 

- estradas com desníveis;

 

 

- caminhões com sobrecarga e cargas mal distribuídas;

 

 

- excesso de velocidade;

 

 

- cargas com alturas acima da permitida pela legislação.

 

Nos países da Europa são empregados nos veículos de mineradoras e agregados da construção, areia, cimento, pedra, as chamadas gaiolas que protegem os motoristas quando do tombamento, juntamente com o cinto de segurança, itens extremamente importantes, e neste velho continente existem legislações junto aos setores mencionados que exigem esta proteção, que são fiscalizadas pelas autoridades diariamente.

 

             

 FOTO6/FOTO7 – GAIOLA DE PROTEÇÃO CONDUTOR.

 

 

Tendo como referência o Reino Unido, suas organizações e entidades ligadas aos setores de infraestrutura viária, criaram um guia com informações importantes para diminuir estes acidentes que iremos apresentar abaixo:

 

- veículos somente devem trafegar nos terrenos em que foram projetados;

 

- rotas devem ser apropriadas e planejadas evitando declives íngremes, superfícies desiguais ou escorregadias;

 

- veículos pesados devem trafegar pelas estradas com velocidades baixas controladas por sensores de velocidade;

 

 

- veículos com caçamba nunca devem estar sobre carregados, pois se tornam instáveis, com difícil dirigibilidade, e incapazes de frear (sistemas de pesagem a bordo são empregados nestes países monitorando o peso da carga ideal durante o trajeto);

 

 

- as cargas devem estar sempre igualmente distribuídas pela caçamba evitando desequilíbrio;

 

 

- as cargas devem ser descarregadas em terrenos planos;

 

 

- o condutor do caminhão deverá sempre estar protegido na sua cabine pela gaiola e sempre utilizar o cinto de segurança.

 

 

Na cidade de Londres o emprego de sistemas de segurança como inclinômetros entre outros, fazem parte das regulamentações das empresas privadas nos setores acima descritos, ou seja, ainda não existe uma legislação que exija estes equipamentos instalados nos caminhões, e as maiores cidades já vem utilizando estes equipamentos com êxito, nas cidades de Birmingham, Manchester, Leeds, Bristol, entre outras.

 

 

Como solução apresentaremos a seguir os sistemas TS-HVDS e o TS- Rigid Tipper Inclinometer, ambos desenvolvidos pela TRANSPORT SUPPORT (www.transportsupport.co.uk). 

 

FOTO8. SISTEMA TS-HVDS A BORDO CONTRA ENERGIAS PERIGOSAS

 

O TS HVDS é projetado para prevenir veículos e máquinas com uma altura variável de entrar em contato com linhas de média e alta tensão. O sistema consiste em uma antena montada no topo do veículo, e um indicador a bordo com sistema de áudio /visual advertindo o motorista.

O sistema pode sentir a presença de energia, e dar um sinal de advertência num raio de 100 metros, mantendo motorista (operador) ileso do perigo potencial.

Fornecido em um sistema único (12-24 Volts), ou como uma parte integrada a outros sistemas de segurança do veículo projetados pela TRANSPORT SUPPORT como, por exemplo, os INCLINÔMETROS.

 

Pode estar facilmente ajustado para: caminhões do tipo basculante, com sistemas telescópicos, escavadoras, e guindastes.

 

FOTO9. MODELOS EXEMPLOS DE VEÍCULOS QUE DEVEM SER PROTEGIDOS CONTRA ENERGIAS PERIGOSAS

 

 Especificações

-Voltagem operacional: 12-24 V DC

-Corrente Nominal Operacional: < 150mA

-Tamanho: W 130 mm x H 65 mm x D 25 mm

-Peso: 155g

-Temperatura Operacional Nominal: -5 para +55 Graus Celsius

-ALCANCE da Antena de HV: Até 100 metros*

-Tom de Advertência: Alto lance em cigarra de 85db

-Advertência visual: A intensidade alta vermelha piscando

-Indicador a Bordo: Intensidade alta na cor verde em LED.

 

-Instalação de mudo: O sistema pode ser alterado uma vez ativado. O sistema mudo ativo por 30 segundos, então o sistema continua a alarmar até que seja alterado novamente.

 

-Antena: L= 235 mm /Peso: 60g

 

Este sistema pode ser fornecido como um módulo único, ou como parte do TS Completa com sistemas de segurança veicular.

 

Link Vídeo HVDS -  http://www.youtube.com/watch?v=K3MQZ-XCyrk

 

Link Artigos Internacionais:

- http://www.hub-4.com/news/1479/transport-support-has-recently-launched-a-new-safety-product-to-help-improve-safety-within-the-quarryingtransport-industry     

 

- http://pt.scribd.com/doc/49302851/257-BSU-Best-Practice-Alert-PREVENT-VEHICLES-CONTACTING-OVERHEAD-LINES

 

  

O sistema TS Tipper Inclinometer (Inclinômetro para Caminhões Basculantes) foi especialmente projetado para proteger estes veículos quando em inclinações perigosas.

 

   

FOTO10. TS TIPPER INCLINOMETER

 

A unidade a bordo exibe o ângulo do veículo usando uma série de 11

LEDS (cinco esquerdas, 1zero e cinco direitas). Os LEDS são organizados em várias cores para indicar o aumento do ângulo do veículo, 0-1 são verdes, 2-3 são âmbar, e 4-5 são vermelhos. O sistema TS Inclinometer é bem robusto com dimensões 130mmx65mmx25mm, pode ser facilmente instalado em qualquer veículo do tipo basculante. Opções de alimentação em 12 volts e 24 volts, opção botão mudo e auto teste. Para caminhões com até oito rodas. O kit é composto de um indicador com o devido cabeamento, uma válvula pneumática e sua caixa em material ABS com grau de proteção IP-68.

 

 

 

 

 

 

FOTO11. LOCAL DE INSTALAÇÃO DO INCLINÔMETRO

 

  

 

FOTO12 . TS INCLINOMETER ON-BOARD.

 

 

 

  

FOTO13. ACESSÓRIOS PARA FIXAÇÃO TS-HVDS E TS-INCLINOMETER  

 

 

 

Vídeos para acidentes:

 

- http://youtu.be/gN7ynTYMoIg

 

- http://youtu.be/zXuzku9ZxhI    

 

 

 

Neste link abaixo os senhores poderão ter acesso ao guia criado pelo Reino Unido para segurança do motorista quando da utilização de caminhões basculantes:

          http://www.hse.gov.uk/workplacetransport/information/overturns.htm

 

 

Para maiores informações, solicitações de proposta poderão entrar em contato pelo telefone móvel +5511992090662 ou através do e-mail contato@pantojaindustrial.com.

 

 

 

Somos uma empresa bem estabelecida com mais de 13 anos de experiência em equipamentos de segurança para a indústria de transporte. Somos também uma divisão de GN Systems Ltd. um projeto eletrônico e empresa estabelecida a mais de 35 anos.

 

Atualmente fornecemos equipamentos de segurança a toda principais empresas de mineração e pedreiras abertas (tais como listadas abaixo) do Reino Unido estamos também muito ativos na indústria de transporte de estrada geral, mercado de equipamentos agrícolas e com vários fabricante de veículo e corpo como Volvo, Scania, DAF, MAN, Mercedes etc...

Alguns dos nossos principais clientes.

http://www.Cemex.co.uk*

http://www.lafargetarmac.com/*

http://www.HeidelbergCement.com/uk/en/Hanson/Home.htm*

http://www.Brett.co.uk/*

http://www.Aggregate.com/*

http://www.MQP.co.uk/*

http://www.bocmpauls.co.uk/

http://www.agcocorp.com/

 

Nós também somos um fornecedor autorizado para o regime FORS (http://www.fors-online.org.uk). Este é uma associação criada pelo governo do Reino Unido para melhorar a segurança rodoviária nas grandes cidades na formação dos condutores e seleção de equipamentos de segurança. Este é uma associação nacionalmente reconhecida pelos operadores de veículos , e devem satisfazer os requisitos de FORS para operar em Londres. Isto também esta sendo  desenvolvido para todas as principais cidades em todo o Reino Unido.

Também somos reconhecidos como um fornecedor de TfL (Transport for London - https://www.tfl.gov.uk/) e Crossrail (http://www.crossrail.co.uk/) e outros grandes projectos de infraestrutura como HS2 (http://hs2.org.uk)

Nossos inclinômetros foram adotados por estas organizações desde que nossa empresa foi formada e o inclinômetro TS foi adotado como equipamento obrigatório de segurança básica em quase todos os produtores de agregados principais do Reino Unido. (conforme marcado *)

 

 

www.transportsupport.co.uk

 

 

 

PANTOJA ENGINEERING & CONSULTANT - REPRESENTANTE AUTORIZADO BRASIL ( http://www.transportsupport.co.uk/distributor/ )